52 / 52 (2016)

Na semana de quarentena em que ficámos todos doentes depois do natal.

No cavalinho que já foi do pai com olhinhos de febre :(

52_52_2016_Clara

Cresces depressa demais minha mini índia mais querida <3

52_52_2016_Minho

E acabamos o ano em beleza com as duas juntas, as manas índias, os meus tesouros <3

52_52_2016_Manas

“A portrait of my children, once a week, every week, in 2014.”

Inspired by jodi

manas índias

Grávida da mini índia pensava muitas vezes em como ela iria ser, como iria ser a vida a 4, a relação das duas. Fui surpreendida e muito!! Até agora o desafio está a ser mais gratificante e feliz que duro. Tenho a sorte das duas dormirem muito bem e já conseguir há algum tempo dormir noites inteiras com alguma frequência (lucky me!).

É inevitável fazer comparações entre as duas irmãs. A índia era mais calma durante o dia, facilitou-nos muito a vida porque sempre foi uma bebé muito fácil. Desde sempre brincou sozinha e estava sempre bem disposta. A mini índia também é uma bem disposta constante mas precisa de mais atenção durante o dia! Adora conversa e quando não lhe ligamos muito ela chama com gritinhos (que rapidamente se tornam guinchos de refilice!). A índia sempre foi fácil para dormir e começou a fazer noites inteiras muito cedo, mas no processo de adormecer tinha que lá ir algumas vezes por a chucha ou abanar um bocadinho o berço. A mini índia é deitar e vir embora! Na maioria das vezes nem é preciso voltar. Perguntam vocês que fiz eu. Pois bem, não faço ideia! Desde que nasceu que a deitávamos para fazer a noite e ela ficava. Sempre fizemos questão de ter rotinas muito rígidas de fim de dia e noite (com as duas) e acho que isso ajudou muito a regularizar os sonos e o adormecer. Mas sinceramente acho que isto acontece porque ela é assim. Mas não quer dizer que amanhã não mude tudo! Nada é para sempre, são sempre fases e estão sempre a mudar!

O mais giro é observar a relação delas e a forma como essa relação tem evoluído. A mini índia adora ver a irmã brincar. Ri-se para ela e chama a atenção a palrar. A irmã mais velha cuida, sempre muito maternal diz “não chora, a ‘cainha’ está aqui”. Dá beijinhos e abraços a toda a hora (às vezes um bocadinho apertados…). A relação delas cresce e fortalece a cada dia, tal como a nossa, de todos, da família. A mini índia trouxe ainda mais significado a esta casa, parece que sempre fez parte de nós e já nada faria sentido sem ela. Que estas manas índias fiquem amigas, companheiras, cúmplices e juntas para sempre. Sinto-me muito agradecida e sortuda, vocês são o meu mundo:)

Manhas na cama (pf)-1

Manhas na cama (pf)-6

Manhas na cama (pf)-8

MAnhas na cama (pf)-10

Manhas na cama (pf)-12

46 / 52 (2016)

Golden hour <3

46_52_2016_Clara

Como é que eu me tinha esquecido de ter esta foto no projecto das semanas?! Impossível! Voltei atrás mas este sorriso maravilhoso tinha que estar aqui. Das minhas fotografias preferidas <3

Shooting para a Little Wings. A nova colecção está uma perdição :)

46_52_2016_Minho

“A portrait of my children, once a week, every week, in 2014.”

Inspired by jodi