Eu, na primeira pessoa

Foto perfil e desporto (pf)-53

Tenho uma dificuldade enorme em lidar com isto das redes sociais. Provavelmente até já perceberam… Aqui vai o meu manifesto sobre este tema!

A exposição pessoal e profissional, a gestão do uso do telemóvel, a inspiração para escrever no blog, as sessões, as edições e a vida familiar. Tudo isto ao mesmo tempo, deixa-me com um nó na cabeça. Sou fotógrafa mas há muito mais do que isso para poder exercer o meu trabalho e conseguir chegar às pessoas. Há toda uma partilha do meu trabalho mas também de mim, do que gosto, da verdade da minha vida. E isto para mim é extenuante. Sinto que preciso de estar agarrada ao telemóvel a pôr fotografias no instagram, a escrever no blog e a fazer stories em directo. Não tenho jeito, pronto, já disse! Eu tento, mas sou tímida, envergonhada e acho sempre que o que vou partilhar é só parvo, ridículo ou sem interesse e acabo por apagar. Eu sei que o que vocês querem é a verdade das pessoas que seguem. Já estamos todos fartos de mães perfeitas, com empregos maravilhosos, sempre incrivelmente maquilhadas em saltos altos, com filhos sem nódoas e casas de decorador! Já toda a gente sabe que isso não existe, e aquilo que se procura são inspirações em pessoas reais como todas nós. Também tenho pessoas que me inspiram, que gosto de seguir e algumas, com quem tenho a sorte de trabalhar. Cruzei-me com a Rita, já há uns tempos e agora temos um projecto juntas. Além das fotografias há sempre partilha, gargalhadas, confissões. Quando um dia,  desabafava sobre esta minha dificuldade em partilhar, ela disse-me uma coisa que, embora já soubesse, fez-me um click: “Só tens que ser verdadeira (e por consequência coerente) e há sempre pessoas que se vão identificar contigo. Nas tuas fraquezas, nas tuas conquistas e nas tuas qualidades.”

Pois é, uma das minhas grandes fraquezas e conseguir expôr precisamente essas fraquezas. E fica já aqui escrito (sem apagar). Sim sou tudo menos perfeita, às vezes grito com as minhas filhas, a minha casa está desarrumada, raramente me maquilho ou ando de saltos, e à noite estou cansada e só me apetece ficar em casa a ver séries e dormir (já lá vai o tempo em que tinha pedalada para jantares às 21h). Bom, também não é neste post que vou já falar de todas as minhas fraquezas, um passo de cada vez :)

Mas, para terminar, posso já falar de uma outra coisa que me incomoda e quem nem sempre sei gerir (e todas as dicas são super bem vindas): como fazer reportagem (digo fotos, videos e stories) de certos momentos e conseguir aproveitar esses momentos – principalmente com 2 filhas pequenas que nem sempre me deixam reportar o que quer que seja? Anyone?! Às vezes sinto que não consigo estar verdadeiramente nos momentos com a preocupação da partilha. Também vos acontece?

E com esta pergunta vos deixo, ansiosa pela partilha das vossas experiências, dificuldades e dicas.

Hoje ficaram a saber um pouco mais de mim. Quem sabe este é o mote para perder um pouco mais da minha timidez e conseguir fazer stories no carro inspirada na minha querida Rita! Ahaha.

Obrigada querida Rita por estas fotos lindas <3

Foto perfil e desporto (pf)-37

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*