Cresceste tanto!

Estás quase a fazer três anos e este verão cresceste tanto. Nunca tiveste grandes acidentes apesar de teres começado a andar com 11 meses. Sempre trepaste tudo, deste cambalhotas sozinha no sofá com 14 meses (e todos se lembram desse video) e muito antes dos dois anos já davas saltos com os dois pés. Era (e às vezes ainda sou) sempre vista como a mãe negligente no parque infantil que deixa uma menina tão pequenina trepar tudo sozinha e é chamada a atenção pelos outros pais preocupados. Tens tanto de destemida como de cautelosa e este é o cocktail perfeito para um desenvolvimento rápido sem grandes acidentes! Mas em relação ao mar o teu lado cauteloso venceu o destemido e, não sei se pelo barulho se pelas ondas, nunca te afeiçoaste muito. Até este ano! Pouco a pouco ganhaste confiança e no final das férias dançavas ao ritmo das ondas, saltavas na espuma e brincavas tanto no mar. Como tu própria dizias: eu e o mar somos muito amigos! Para além disso, deixaste a chucha e isso, que foi história para um só post no blog, foi uma vitória dura e suada. Não sei a quem doeu mais, se a ti se a mim, mas isso nunca vamos saber. Felizmente daqui a um tempo já nem te vais lembrar do que era usar chucha. Por fim, mas não menos importante, andaste sozinha a cavalo. Mais uma história que deu um post no blog. Foi uma superação cautelosa mas que te deixou inchada de orgulho e que te fez crescer tanto a tantos níveis. Este verão está a chegar ao fim (as férias porque espero que setembro e outubro ainda nos tragam o calor que julho e agosto guardaram não sei onde!) e foram dois meses muito importantes. Que esse teu olhar profundo e sensível guarde todas estas memórias e vitórias para que continues a crescer assim cautelosa mas resiliente. Amo-te.

Aljezur com Isabel e Rui (pf)-16

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*