É hoje!!!!!

Estou já no contdown em horas para uns dias de férias! E estou tão a precisar de férias…
Destino: Londres : 4 dias!
Mal posso esperar. Acho que vai ser uma grande viagem, com amigas do coração e muitos programas já em mente. Alguém tem mais sugestões do que não podemos perder?! Ainda vou a tempo de acrescentar à minha lista! Como é óbvio a máquina vai comigo e espero ter muitas coisas para vos mostrar quando voltar.
Bom resto de semana e bom fim-de-semana, até breve ao som de uma música muito especial

IMG_0175

Chocolate

Há pessoas que não gostam de chocolate. Confesso que não as consigo compreender…
Se não tivesse amigos com esta caracteristica diria que só podiam ser pessoas infelizes, mas aparentemente e por incrivel que pareça, não são!
Tudo isto para partilhar a minha adoração por chocolate, o meu vício desmedido (e nem sempre controlado) por chocolate. Nunca me importei muito com este vício. Acho que todos têm o seu e antes em chocolate do que em tabaco, alcool ou coisas piores! Há que olhar para o lado positivo deste vicio prazeroso :)
Qual é o vosso vício?!

chocolate 1

Guardado a sete chaves….

Jantei com uma amiga. Uma pessoa muito especial que tem uma aura cristalina à volta, que com aquele sorriso e tranquilidade deixa um rasto de optimismo e good feeling. É incrível os sentimentos tão puros que uma pessoa consegue passar, mesmo sem dizer uma palavra. É humana, tem problemas, dilemas, dificuldades, tristezas, como todos nós, mas no fim é o sorriso, a esperança, o optimismo e o gosto pela vida que perduram.
Engraçado será que pensar que ela já foi minha “inimiga”. Adolescência, sentimentos cruzados, amizades mal geridas que se transformaram numa amizade honesta, pura e sincera. E sabe tão bem!
Não bebemos vinho, nem sei bem porquê (ou melhor sei, porque era dia de semana e como ainda não tenho o habito de servir vinho tal coisa não me passou pela cabeça, mea culpa..), mas à volta da mesa falámos de filosofias de vida, de gente estúpida, de projectos futuros, de mudanças de vida, de problemas da sociedade, de maturidade e acabámos com a frase “e lembraste quando….”. Quando éramos jovens e desligávamos o despertador para não ir à primeira aula, quando passámos as tardes de verão nas praias e em Junho já estávamos pretas, quando podíamos comer bolas de berlim e gelados sem que isso interferisse no nosso estado de espírito ao olhar ao espelho, quando estudávamos na esplanada e conseguíamos fazer todos os exames na primeira fase para termos 2 meses de férias. Quando dançávamos sem parar, não nos preocupávamos por dormirmos pouco e a cama nos sugava com as pernas dormentes de cansaço. Tínhamos o privilégio de nos podermos sentir livres, felizes e tínhamos sede de viver, de aproveitar, de rir e a simplicidade das relações e das pessoas eram verdadeiras e o mundo era perfeito!
São momentos que ficam trancados na memória, que nunca ninguém os vai poder tirar dali,são nossos, são especiais, são sensasões que trazem saudade…
A conclusão é que a idade adulta é uma seca, a sociedade prende-nos em rotinas que tiram a beleza e a liberdade à vida, e o pior de tudo é que temos mesmo que nos adaptar a tudo isto e bem caladinhas!
Temos a confessar (e acho que falo pelas duas), não sei se algum dia nos vamos redimir ao que a sociedade manda porque a esperança existe, a vida só se vive uma vez, e a procura por algo que nos deixe sentir essa liberdade nunca vai parar… O importante é acrescentarmos cadeados à nossa memória, prendendo sempre mais e mais momentos que ficam e que nos trazem realização e definem a cada dia aquilo que somos.
Enquanto isso, que se repitam estes jantares (quem sabe não aparecem ideias luminosas nestes brainstorming), da próxima vez com vinho e a acabar numa pista de dança com o sol a nascer por trás da ponte deixando o céu em degradé de azuis…

_DSC7565

Nunca esquecer esta música, uma inspiração, uma lição… Fica a frase Stretch. Don’t feel guilty if you don’t know what you want to do with your life…the most interesting people I know didn’t know at 22 what they wanted to do with their lives, some of the most interesting 40 year olds I know, still don’t.”

 

Lucky me

Se há coisa que não me assiste é a sorte… sorte no jogo, até quando tenho aquela sensação que “agora é que vai ser”, nunca é! Sorte em chegar 30 segundos antes do comboio partir, sorte de arranjar lugar à porta da igreja no dia da missa de Páscoa…. Esse tipo de sorte não tenho nem nunca tive!
Mas ontem foi diferente… encontrei 1€ no chão! Coisa rara e não lembrada na minha vida, tem até direito a post. Inacreditável! Ainda pensei que era uma moeda de chocolate só para que a vida me ensinasse quem não nasce com sorte tarde ou nunca a tem! Mas nada, trinquei e era verdadeira! Será que a minha sorte mudou?! Pode ser que comece a tropeçar em notas e moedas ou que até quem sabe ganhe o euro milhões (Se calhar devia começar a jogar!). Ou então isto é once in a life time, mas o que interessa é que fiquei contentinha e gosto desta sensação! Claro que agora espero não ter bolsos rotos e andar a espalhar moedas para alimentar a sorte daqueles já nasceram com ela como quem tem um sinal marcado para a vida: seria o reverso da moeda…. Pelo sim pelo não vou ver se não têm buracos!

fotografia

É de notar que no meu conceito existem vários tipos de sorte e não quero que pensem que sou uma valente azarada que também não é assim! Mas encontrar dinheiro no chão nunca foi sorte que tive reservada para a minha vida!

a distância é tramada

A M. fugiu deste país atrás de um sonho. Agora vive sempre no verão, rodeada de palmeiras, samba, praia e chinelo no pé. Ontem matei saudades. Não porque tenha viajado até lá por um dia (nada que não me importasse se as tecnologias já o permitissem), mas porque os tempos modernos fazem milagres e deu para umas boas horas de converseta escrita pegada. Foi bom. Muito bom. É claro que as saudades estão cá, parvas não se deixam enganar assim, mas ficaram mais calminhas…
Eu sou pessoa que gosta do toque, do abraço, do beijinho com força na bochecha. É a minha forma de expressar carinho, amor e amizade. Sou pura latina e muito emotiva a demonstrar sentimentos!
Faltou aquele abraço, aquele beijinho, aquele olhar e o som do riso!
Ficou a vontade do reencontro o mais depressa possível, a vontade de calçar chinelo e dançar o samba, a vontade de noites de conversa sem dormir e mergulhos na praia com o pôr do sol na cabeça…
Infelizmente hoje quando acordei as saudades eram as mesmas, temos mesmo que resolver isto querida M

2013-02-27_0001

Não sei porque é que estou sempre de cabelo apanhado! Temos mesmo que tirar umas com o cabelo solto! ahahahaha Mais uma desculpa….

do pump ao jump

Há uns meses que tento ser regular no ginásio e tomei a coragem de por à prova a minha falta de coordenação, deixar de lado a timidez  e aventurar-me para as aulas de grupo! Comprei uns tops giros para não me sentir deslocada na mancha feminina assidua e elegante com as minhas t-shirts de quando tinha 10 anos, calças justas, ténis adequeados, cabelo preso e lá fui eu! Comecei com o pump, a vergonha na força…. pesos verdinhos e vermelhinhos só para não ficar mal. Levantei os pesos com toda a força e pus o meu empenho lá no alto! Dei tudo e saí de cabeça erguida contente com o meu desempenho e cheia de vontade de continuar a treinar para deixar de ser a mais fraquinha de uma aula dos 20 aos 60! Depois foi a vez de jump… bom já não me saí tão bem como queria ou confiava. Os saltos baralham-me as ideias e a coordenação perde-se no meio de musica alta e gritos em equipa. Confusso mas eficaz com pulsação na lua tal como a esperança de um dia acertar na coreografia e conseguir saltar como se além do trampolim existissem molas nos pés! Desafio superado, timidez vencida, agora é não parar de treinar e esperar que os resultados apareçam. Dizem que demora e o importante é não desistir… Qual é a aula de amanhã?!

2013-02-26_0002

O meu coração derrete

Derreto-me quando a M. sorri para mim quando entro lá em casa. Derreto-me quando ela fala comigo e me conta o seu dia num palavreado tão próprio e imperceptível  Derreto-e quando gargalha ao ouvir-me falar balaiês. Derreto-me quando fica sossegada ao meu colo de mão dada a fazer miminhos. Derreto-me quando faz beicinho porque quer atenção. Derreto-me quando faz barulhinhos ao adormecer…
E fico com o coração apertado quando chora porque não está bem!

O meu coração derrete com esta miúda tão especial, e eu adoro ♥
Bom sábado!

Bebé Maria-21

Ela agora já está tão grande, um dia deixo-vos uma foto mais recente :)

Slow Down

As coisas nem sempre correm como queremos, como gostamos e como esperamos. Mas eu acredito no velho cliché que quando uma porta se fecha abre-se uma janela… E é isso que espero que aconteça!
Há dias mais difíceis que outros, mas a minha energia e tempo precisam de estar focados noutros projectos e trabalhos. Achei que era uma super mulher, que ia conseguir lidar com tudo, conciliar tudo e ser tudo nas mesmas 24h diárias que nunca aumentam. Não é fácil, mas tenho que admitir que não sou uma super mulher. Sou normal, sinto cansaço, esgotamento, e frustração numa situação em que faço tudo mas nada a 100%.
Não dá. Quando faço uma coisa entrego-me por completo, vivo-a a 100% e faço tudo pela causa. Mas neste momento preciso de estar lá também pela minha família (a maior e mais importante causa da minha vida) que acabava sempre por ficar para trás nesta lufa lufa de achar que faço tudo. Não pode ser. Não posso deixar para trás aquilo que no fundo é o mais importante numa vida, e se há algo que não tenho duvidas é disso mesmo!
Assim os clicks constantes que me ocupam todos os fins-de-semana vão ter que acalmar e ocupar só algumas tardes no mês. O ritmo, desce, a pulsação retoma a normalidade, a vida torna-se mais cristalina e a paz volta à alma. Sinto-me melhor assim. Mais tranquila. sinto-me mais viva e vivo mais para mim também.

Não vou embora! Mas não sei o que vai acontecer daqui a um tempo, não estou a fazer nenhum plano. Estou a viver o presente e a alimentar uma necessidade que apareceu na minha vida: algum descanso.
Por isso, continuo a escrever, vou continuar a fotografar e a partilhar porque gosto, mas o ritmo vai ser diferente!
Espero que continuem por aí :)

IMG_1178